Heineken

A história por trás da gigante Heineken

Uma das maiores fabricantes de cerveja em todo o mundo é a Heineken e isso se deve muito por conta da história que essa marca traz consigo!

A Heineken foi fundada no ano de 1863 por Gerard Adriaan Heineken na cidade de Amsterdã, na Holanda. Atualmente, a fabricante possui cerca de 140 cervejarias em mais de 70 países.

Algo que não podemos deixar de destacar são os patrocínios que a Heineken tem em seu portfólio. Sendo os principais deles a Liga dos Campeões da UEFA e da Fórmula 1.

Devemos lembrar que a Heineken não possui apenas um estilo de cerveja, mas muitos outros!

O grande começo da Heineken

No início de tudo, a Heineken era apenas uma empresa de família. Mas tudo mudou quando Gerard comprou a empresa, aos 22 anos, com a ajuda da sua mãe.

Cervejaria Heineken em Amsterdã
Cervejaria Heineken em Amsterdã (Crédito: Emoro/Pixabay)

Antes da compra, a cervejaria chamava Hooiberg e estava produzindo cerveja em larga escala, mas com preços populares.

Entretanto, Gerard tinha um grande projeto para a sua cervejaria. O objetivo principal dele era transformar a sua marca em algo exclusivo e se diferenciar da concorrência.

Porém, foi só no dia 11 de janeiro de 1973 que nasce a primeira cerveja que posteriormente se tornaria a tão conhecida Heineken, que atualmente não é apenas uma marca, mas também uma das maiores fabricantes de cerveja do mundo.

Um grupo familiar

Por muito tempo, boa parte dos acionistas da empresa foram pessoas da própria família. O que não poderia ser diferente para uma marca que foi fundada por um filho e sua mãe.

Bicicleta no canal de Amsterdã
Bicicletas nas ruas de Amsterdã (Crédito: Burgyanthony/Pixabay)

A busca pela cerveja perfeita ficou muito tempo na mão de Gerard. Porém com o avanço de sua idade, seu neto Freddy teve que assumir os negócios.

E foi então com Freddy que a globalização e popularização da marca se tornou ainda maior. O investimento que Freddy fez em expandir e criar uma identidade para o negócio foi inesquecível. Mas um evento aconteceu e marcou sua vida para sempre.

Veja também:


O sequestro

Logo após Freddy Heineken ter assumido o posto oficial como dono da marca gigantesca, algo muito inesperado acabou acontecendo: ele foi sequestrado. Aliás, esse episódio, após muito tempo, virou até filme.

No momento do ataque, foi como se grande parte da população holandesa perdesse o fôlego e muitos tomaram o lado da família Heineken por conta da covardia do crime.

Depois desse ataque, a liberdade que Freddy tinha para andar nas ruas de Amsterdã acabou por ali. Quarenta agentes foram contratados para a sua segurança.

Marcas que fazem parte do grupo Heineken

Dessa forma, ao longo desses mais de 150 anos, é comum que uma marca com esse nome como a cervejaria Heineken tenha adquirido outras empresas e até mesmo outras marcas.

Marcas do grupo Heineken
Presença significativa no mercado brasileiro (Crédito: Emiel Molenaar/Unsplash)

Atualmente, somente no Brasil, a marca possui 20% de toda a cerveja que é distribuída por aqui, concorrente diretamente com outra gigante global – o cervejaria Ambev.

Apenas no Brasil, a empresa possui as seguintes marcas:

  • Heineken
  • Sol
  • Kaiser
  • Bavaria
  • Eisenbahn
  • Baden Baden
  • Devassa
  • Schin
  • Glacial
  • No Grau
  • Kirin Ichiban
  • Tiger
  • Amstel

Isso sem contar algumas marcas de refrigerante que também fazem parte do portfólio de marcas da Heineken.

Gostou? Compartilhe essa história com seus amigos.

1 comentário em “A história por trás da gigante Heineken”

  1. Pingback: Heineken Lança Cerveja Com Baixa Caloria e Sem Glúten

Comentários encerrados.

Rolar para cima