Origem da Cerveja

Conheça a origem da cerveja

Que a cerveja é uma das bebidas mais populares do mundo, disso todos nós já sabemos. Mas você saberia dizer qual é a origem da cerveja? Afinal, ela foi criada, desenvolvida ou descoberta?

Publicidade

Bom, a grande verdade é que a maioria dos historiadores costumam afirmar que ela não foi criada. Ela foi descoberta e teve sua origem antes mesmo das primeiras civilizações, há quase 10 mil anos atrás. 

E ao contrário do que muitos possam pensar, ela não surgiu na Alemanha, no século XIX. 

Muitos especialistas afirmam, inclusive, que as primeiras cervejas surgiram ainda durante o período Neolítico.

Para entender um pouco melhor e de forma mais detalhada qual é a origem da cerveja, basta acompanhar a leitura deste artigo até o final. 

Publicidade

Neste artigo, você vai conhecer tudo que você precisa saber sobre uma das bebidas mais famosas do mundo – a cerveja!  

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

  • Cerveja: uma das bebidas mais famosas do mundo 
  • História da cerveja: tudo que você precisa saber!  
  • Cerveja: o presente dos deuses para os antigos 
  • Produção da cerveja durante a Idade Média 
  • 1516 – Ano em que foi promulgada a lei da pureza da cerveja 
  • História da cerveja no Brasil
  • Conclusão 

Origem da Cerveja: Uma das Bebidas mais Famosas do Mundo

Amigos bebendo cerveja no bar
Amigos bebendo cerveja no bar (Foto de Pressmaster no Pexels)

Uma bebida alcoólica, obtida por meio da fermentação do malte de cevada ou de outros cereais, e aromatizada com flores de lúpulo. A cerveja é, sem dúvida, uma das bebidas mais famosas do mundo. 

Alguns países hoje, inclusive, são campeões no consumo dessa bebida. 

O Brasil, por exemplo, está entre as 17 nações que mais consomem a bebida, atrás de outros produtores tradicionais como Irlanda, Alemanha e Bélgica.

Publicidade

A grande verdade é que, seja no bar, em casa ou em uma festa, a cerveja sempre estará marcando a sua presença. 

Para que você possa ter uma ideia mais clara disso, um estudo feito pelo Deutsche Bank em 2018 investigou o preço de 500ml de cerveja em 48 cidades do mundo e relacionou-os com o piso salarial de cada localidade. 

E adivinha? O brasileiro gasta, em média, 14% do salário mínimo com a bebida – o que correspondia a cerca de seis litros de cerveja por mês.

Porém, apesar de todo sucesso aqui no Brasil, a bebida surgiu em um lugar muito distante daqui. 

Entenda. agora. qual é a origem exata dessa bebida.

Publicidade

Origem da Cerveja: Tudo Que Você Precisa Saber

Apesar do seu grande sucesso aqui no Brasil, a origem da produção de cerveja data de um passado já muito distante. 

A grande maioria dos especialistas concorda que cervejas surgiram ainda durante o período Neolítico, como já dito. 

Segundo alguns estudos, os povos caçadores e coletores que cultivavam cereais, eventualmente iriam ter que lidar com o processo natural de fermentação que dá origem à bebida.

Neste caso, acredita-se que algum erro ou acidente na tentativa de fazer pão, acabou dando origem às primeiras cervejas.

Por isso, é comum que defendam que há mais de 10 mil anos os humanos já consumiam cervejas variadas. 

Publicidade

Acredita-se que a bebida era importante para os povos da Mesopotâmia.

Porém, é importante frisarmos que a falta de documentos da época, dificultam qualquer confirmação.

Os únicos registros sobre a produção da cerveja que realmente temos, vêm dos egípcios. 

Origem da Cerveja: o Presente dos Deuses Para os Antigos

Estátua de um leão segurando um copo de cerveja

A cerveja era cerveja chamada pelos Egípcios de Pão líquido e foi por muito tempo, parte fundamental da alimentação. A sua importância era tanta para eles, que foi inclusive utilizada como pagamento a trabalhadores.

A bebida chegou a ser um assunto tão sério que, inclusive, o Código de Hamurabi, de 1760 a.C, incluía várias leis de comercialização, fabricação e consumo de cerveja. 

E acredite ou não, era condenado à morte quem não respeitasse os critérios de produção indicados. 

Além disso, outro ponto interessante é que, nesse período, ao contrário do que muitos pensam, a cervejaria era uma atividade desenvolvida por mulheres. 

Na Suméria, por exemplo, eram as mulheres que gerenciam as famosas “casas da cerveja” – as tabernas. 

A grande verdade, é que os antigos sempre valorizaram essa bebida. Para que você possa ter uma ideia mais clara disso, os antigos acreditavam que a bebida era um presente dos deuses.  Mais especificamente da deusa Ninkasi, cujo nome significa senhora que enche a boca. 

Uma outra curiosidade interessante, é que a cerveja já chegou a ser consumida tanto por adultos como por crianças.

Além disso, os antigos chegavam até mesmo a substituir a água pela cerveja.  

E isso acontecia porque a água nem sempre era potável.

Produção da Cerveja Durante a Idade Média

Durante o período da Idade Média, os monastérios passaram a fabricar a cerveja com ervas aromatizantes.

Vale destacar que o lúpulo, comum nas cervejarias até hoje, passou a ser utilizado entre os anos 700 e 800 de pois de Cristo. 

Hoje, acredita-se que Hildegarda de Bingen, uma freira alemã, foi uma das grandes responsáveis por essa adição. 

A freira foi considerada a primeira a sugerir o uso da planta na bebida, por suas propriedades conservantes. 

Porém, como já foi falado no início do artigo, com o passar do tempo, diferentes técnicas de produção foram desenvolvidas por diferentes povos, diferentes climas e diferentes tecnologias. 

Isso fez com que a bebida abrisse espaço para ganhar uma série de variações.

Além disso, como o processo de fermentação é fundamental, a fabricação pode acontecer com vários cereais diferentes. 

Cada povo que dominou o cultivo de um tipo de cereal, teve a oportunidade de criar o seu próprio tipo de cerveja.

1516 – Ano em que foi promulgada a lei da pureza da cerveja

Foi somente em 1516 que foi promulgada a – Lei da pureza da cerveja. 

O Duque Guilherme IV da Baviera, por meio dessa lei, estipulou os únicos ingredientes que poderiam ser utilizados na fabricação da cerveja, que na época eram: água, malte de cevada e lúpulo. 

A Pilsener, um dos tipos de cerveja mais conhecidos do mundo, foi produzida pela primeira vez em 1842, pelo cervejeiro Joseph Groll, na cidade de Pilsen, capital da região da Boêmia, atual República Tcheca. 

História da Cerveja no Brasil

O costume de beber cerveja chegou ao Brasil graças à família real e foi difundido com a abertura dos portos às nações amigas em 1808. 

Neste caso, a primeira notícia sobre fabricação nacional de cerveja aconteceu em 1836.

Depois desta data, tivemos o aparecimento das grandes cervejarias como a Bohemia, fundada em 1853, a Antarctica, em 1868 e a Brahma em 1888. 

Atualmente, Alemanha, Bélgica, Holanda, Austrália e Brasil são países em que a cerveja faz parte da cultura e do consumo diário.

Claro, aqui é importante frisarmos que, apesar da cerveja ser uma bebida muito popular e ter um baixo teor alcoólico, não se esqueça de sempre beber com moderação.

Conclusão

Amigas begendo
Amigas conversando

Como você pôde perceber durante a leitura do artigo, a cerveja não foi criada, mas sim descoberta e teve sua origem antes mesmo das primeiras civilizações, há quase 10 mil anos atrás. 

E ao contrário do que muitos pensam, ela não surgiu na Alemanha, no século XIX. 

O que é claro, não tira em nada o glamour da cerveja. Pelo contrário, a cerveja continua sendo ainda uma das bebidas mais consumidas no mundo inteiro. 

Com o passar do tempo a bebida ganhou uma série de variações, diferentes técnicas de produção foram desenvolvidas por diferentes povos, diferentes climas e diferentes tecnologias. 

E podemos dizer que é exatamente isso que torna essa bebida tão especial. 

Lembre-se também, que o que importa se uma cerveja é boa é se você gosta dela.

Cada estilo tem o seu lugar de acordo com os momentos e preferências de cada um. 

Por fim, a única regra para você apreciar as cervejas artesanais é: beba a que você gosta e que estiver com vontade de beber.

Aproveite, curta e compartilhe a sua opinião conosco!

Veja também

Voltar para a página inicial