Cerveja Guinness no copo

Guinness promove iniciativa agrícola piloto para tornar sua cerveja mais “ecológica”

A mundialmente conhecida cervejaria Guinness, da Irlanda, deu mais um passo para a redução das emissões de gás carbono na atmosfera. Ela anunciou o início de um programa piloto junto a um grupo de agricultores que cultivam e fornecem cevada para ela. A cevada é um cereal essencial para a elaboração do malte da cerveja Guinness. Ele é, portanto, um dos ingredientes responsáveis pela cor escura característica das cervejas do estilo Stout.

Publicidade

A cervejaria quer, com isso, reduzir sua pegada de carbono. E, dessa maneira, poder oferecer um “pint” (medida clássica por lá, equivalente a 473ml para nós brasileiros) mais ambientalmente sustentável.

No contexto desse programa piloto, ela selecionou 40 fazendas irlandesas, para, já a partir deste ano, trabalharem em conjunto na redução de emissões de carbono na cadeia de cultivo e produção da cevada.

Durante os próximos três anos, a empresa pretende ampliar o número de colaboradores irlandeses (agricultores e outros fornecedores). Dessa forma, ela espera que essa ação promova um uso melhor de fertilizantes, levando a uma melhor utilização e regeneração do solo cultivável, bem como ao aumento da biodiversidade.

O presidente da Diageo na Europa – multinacional detentora da marca Guinness – informou que o programa contribuirá, assim, com informações de como a empresa buscará obter suas matérias-primas ao redor do mundo.

Publicidade

Guinness já utiliza veículos elétricos para reduzir suas emissões de carbono

Veículo elétrico da Guinness
Crédito: Facebook/Reprodução

A Guinness vem colocando em prática uma série de ações para reduzir as suas emissões de CO2 no meio ambiente, conforme seu plano de ação de sustentabilidade elaborado para ser concluído até o ano de 2030.

No mês passado, a cervejaria começou o uso experimental de um veículo elétrico pesado de mercadorias de St James’s Gate (sua fábrica) ao porto de Dublin. Além disso, a cervejaria anunciou como parte de sua estratégia de emissões zero, a introdução de 20 veículos elétricos neste ano.

Veja mais

Voltar para a página inicial