Heineken escolhe cidade de Minas Gerais para nova fábrica

Heineken investirá R$ 1,8 bilhão em nova fábrica em Minas Gerais

A Heineken escolheu a cidade de Passos, no Sul do Estado de Minas Gerais, para construir a 15ª fábrica da cervejaria no Brasil. A estimativa é que esteja em operação até 2025, mas há a possibilidade que a fábrica fique pronta em até dois anos. A nova planta produzirá as cervejas Heineken e Amstel.

Publicidade

O anúncio foi feito ontem (27), numa cerimônia na própria cidade. Durante a solenidade, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Governo do Estado, o Ministério Público e a HNK BR Indústria de Bebidas, que é um dos braços de produção da Cervejaria Heineken aqui no Brasil.

Estiveram presentes no evento o governado do estado, Romeu Zema, o procurador-geral de Justiça do Estado, Mauricio Giamellaro, o prefeito da cidade de Passos, Diego Oliveira, o presidente do grupo Heineken, Mauricio Giamellaro, entre outros representantes do poder público e da cervejaria Heineken.

Publicidade

Disputa acirrada em Minas Gerais para receber a nova fábrica

Cerca de 200 municípios mineiros se candidataram para receber a nova unidade fabril do Grupo. Isso, logo depois a cervejaria ter desistido de instalar a nova planta na cidade de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), em dezembro do ano passado.

A implantação da nova fábrica em Pedro Leopoldo enfrentava uma série de questionamentos judiciais e embargo, uma vez que a área escolhida ficava nas proximidades do sítio arqueológico onde foi encontrado o crânio de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas. A escolha por Passos, encerra esse imbróglio.

Publicidade

O vice-presidente de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos do Grupo Heineken, Mauro Homem, destacou que a cidade de Passos foi a selecionado em razão de três fatores: “localização estratégica, disponibilidade hídrica e condições socioambientais”.

O empreendimento poderá trazer novos investimentos para a região

De acordo com a Associação Comercial da cidade, espera-se que 350 novos empregos diretos sejam criados na cidade com a nova fábrica. A Heineken planeja investir até R$ 1,8 bilhão no projeto.

Publicidade

A presença de uma fábrica desse porte tem o potencial de atrair novas empresas para o município e regiões próximas. A previsão é que também possam ser gerados até 11 mil empregos indiretos na região.

Publicidade

Energia verde da Heineken disponível para a cidade

Recentemente, a marca ampliou seu projeto de fornecimento de energia verde, isto é, energia limpa e renovável. Agora, além de estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes, as residências também poderão contar com esse tipo de energia.

Através da plataforma “Heineken Energia Verde”, o interessado poderá se cadastrar para receber informações e se candidatar para usufruir dessa energia sustentável. Além da pegada ambiental, há a possibilidade de redução de até 15% no valor da conta de energia elétrica.

Compartilhe

Gostou de saber dessa notícia? Então, compartilhe com todo mundo que você conhece. Eles também vão gostar de saber.

Veja também

Voltar para a página inicial

Publicidade