Festas de final de ano

Cerveja e frango são os itens mais procurados para o fim do ano

As festas de fim de ano já estão chegando e todo mundo já começa a pensar e a se preparar para ela. Os tradicionais jantares em família e as comilanças de réveillon marcam a virada do ano, sempre renovando o desejo de dias melhores para o ano vindouro.

De acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), em relação ao Natal e o Réveillon do ano passado, a procura pela ave teve um crescimento de 19% em todo o país, enquanto a demanda pela bebida subiu 16%. Acompanhando o crescimento da demanda pelo frango, o chester teve um aumento da ordem de 11% na sua procura.

Cervejas na mesa
Cerveja (Crédito: Adam Wilson/Unsplash)

O interesse dos consumidores pelos espumantes e os vinhos frisantes, também está em alta, com crescimento de 14,15%, deixando-os logo atrás da cerveja como as bebidas com maiores intenções de compra.

O estudo também aponta crescimento do interesse pelo tradicional vinho. Mas, com a disparada do dólar, a escolha tem sido por rótulos nacionais.

Segundo Márcio Milan, vice-presidente institucional e administrativo da Abras, a base de comparação se baseia em um ano de 2020 muito diferente dos outros anos, quando as restrições impostas para conter a pandemia fizeram com que bares e restaurantes ficassem fechados, afetando principalmente o réveillon, que é mais comemorado fora de casa.

Além disso, o distanciamento social afetou, também, as celebrações em família, onde menos pessoas se reuniram para a ceia de Natal.

O aumento da carne bovina nos últimos meses é um fator que tem pesado na escolha, levando à sua substituição pelo frango nesse fim de ano.

Veja também:


Rolar para cima