Como Fazer Uma Boa Degustação De Cervejas Artesanais?

Como Fazer Uma Boa Degustação De Cervejas Artesanais?
Compartilhe esse post com seus amigos

As cervejas artesanais são sucesso absoluto no Brasil já há alguns anos! Os festivais de cerveja, que antes eram restritos às cidades de colonização europeia do Sul do país, atualmente se popularizam cada vez mais! Mas você sabe como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais?

A produção artesanal de cervejas está em alta e possibilita uma infinidade de sabores, tipos e embalagens diferenciadas. Entre os diferenciais da cerveja artesanal, o principal é a grande variedade que se pode encontrar de cervejas com certa facilidade a partir da fabricação de artesãos espalhados pelo país.

Cerveja Artesanal, um breve histórico

Para saber como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais, antes é preciso conhecer mais sobre a história desse tipo de bebida!

A cerveja é produzida a partir da fermentação de ingredientes naturais como alguns cereais, malte e cevada e se tornou a bebida mais consumida do mundo! Isso porque tomar cerveja possui um grande componente cultural.

Não se trata somente de consumir uma bebida alcoólica, existe a cervejinha depois do trabalho, no final de semana e a degustação de cervejas artesanais que também viraram moda no país rapidamente!

Claro que antes da produção industrial de cerveja, essa bebida já era fabricada de forma artesanal em diversos lugares. Portanto, a cerveja artesanal é mais antiga do que sua variação em linha de produção como conhecemos atualmente.

Os registros mais antigos da produção de cervejas remetem há 6000 anos Antes de Cristo na região da Mesopotâmia, mas é possível que a fermentação de cevada e malte para produção de bebidas alcóolicas ocorressem em diferentes lugares do mundo de variadas formas e com composições também diversificadas.

Cerveja artesanal no Brasil

Para saber como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais é preciso compreender que esse tipo de bebida já é produzido de forma artesanal no país desde o ano de 1830 por imigrantes europeus.

No entanto, a cerveja artesanal ganha muita força no final do século XIX devido à taxação de bebidas importadas no país. Foi a partir daí que algumas cervejarias importantes surgiram no Brasil. A Cervejaria Brasileira é fundada no Rio de Janeiro em 1936, seguida da Henrique Schoenbourg em São Paulo no ano de 1840.

Mas a moda da cerveja artesanal foi retomada recentemente, principalmente a partir dos anos de 1995 até a década seguinte e hoje se consolida como uma bebida já tradicional em todo o país, sendo acessível e estando presente inclusive em alguns supermercados que, anteriormente só trabalhavam com grandes marcas.

Degustação de cervejas artesanais

Para saber como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais, algumas dicas são importantes. Isso porque degustar uma bebida é bastante diferente de simplesmente apreciar como consumidor.

A degustação de cervejas também é bastante diferenciada da degustação de outras bebidas, como o vinho, por exemplo, já que possui características específicas que devem ser percebidas por quem está degustando.

Todos os sentidos devem estar envolvidos na degustação, por isso o visual da cerveja é importante para quem degusta, assim como o som resultante da fermentação quando a bebida é servida.

O aroma da cerveja é determinante para a degustação, já que o cheiro influencia bastante no gosto de qualquer bebida e com a cerveja o olfato é um dos principais fatores a serem considerados.

Ao colocar a cerveja na boca, é importante deixar a bebida circular por toda a boca antes de ser engolida. É dessa forma que se pode perceber todas as características da cerveja, já que as papilas da língua que sentem amargo, doce, ácido etc estão localizadas em regiões específicas.

E como agora você já sabe como fazer uma boa degustação de cervejas artesanais, pode começar a apreciar essa bebida deliciosa de forma profissional hoje mesmo!


Compartilhe esse post com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *