Off-flavors da cerveja

Conheça 5 off-flavors que a sua cerveja pode apresentar

Primeiramente, vamos conceituar o que é off-flavors. Esse termo em inglês nada mais é do que as falhas na cerveja produzida. Elas podem ser percebidas através do nosso olfato ou paladar. De forma mais simples, são cheiros ou sabores desagradáveis que uma cerveja pode apresentar.

Cada cerveja tem seu sabor e odor próprios, que o mestre cervejeiro idealizou com os componentes da sua receita. Entretanto, cada pessoa tem sua própria percepção. Portanto, o que para alguns pode exalar um cheiro agradável, para outros, pode ser percebido como um odor não muito bom na bebida.

Mas, em geral, há um conjunto de sabores que são considerados ruins ou defeituosos (off-flavors) quando encontrados em um determinado nível (ou qualquer nível) na cerveja.

Sendo assim, vamos ver cinco defeitos que podem ocorrer com a cerveja.

5 off-flavors comuns que a cerveja pode apresentar

1. Oxidação

Dos off-flavors, provavelmente, é o mais comum. A oxidação é uma causa direta do envelhecimento da cerveja pela sua exposição ao oxigênio. Dessa forma, quanto mais contato o líquido tiver com o oxigênio, mais rápida será a sua oxidação.

Conservar a cerveja armazenada em temperaturas mais baixas e de pé, retarda esse processo de oxidação.

2. Gosto de metal

Esse defeito pode acontecer quando o líquido entra em contato direto com o metal da lata ou da tampa da garrafa. Nesse artigo, nós falamos um pouco mais sobre esse defeito.

Latas e garrafas de cerveja

Por isso, ao comprar uma lata de cerveja, verifique antes se não está amassada ou danificada.

No caso das garrafas, mantenha sempre armazenadas em pé, para evitar um possível contato com o metal da tampa.

3. Lightstruck

O Lightstruck é provocado pela exposição da cerveja às fontes luminosas (natural ou artificial). Ao entrar em contato com a cerveja, a luz interage com o lúpulo, provocando alterações no aroma que ele dá à bebida.

Por isso, é importante manter a cerveja armazenada em ambientes com pouca ou, de preferência, sem nenhuma luz.

4. Adstringência

Esse defeito provoca uma sensação de boca seca ou enrugada. Você sente a boca repuxando como se tivesse comido alguma fruta rica em tanino, com por exemplo, a polpa do caju. Alguns conhecem essa adstringência devida ao tanino pelo nome de “cica”.

5. Diacetil

Esse defeito sugere um aroma adocicado, parecido com o de manteiga. Alguns estilos de cerveja podem até buscar um toque amanteigado. Mas numa cerveja Lager, por exemplo, esse aroma pode se sobressair, tornando-o indesejável.

Roda sensorial (ou roda dos sabores) da cerveja

Beer Wheel Flavor
Beer Wheel Flavor (Crédito: Flickr.com)

A roda sensorial da cerveja (ou Beer Wheel Flavor, em inglês) foi criada na Dinamarca pelo químico Morten Meilgaard, na década de 1970. Ela é um padrão no mundo cervejeiro. Serve como guia e nos ajuda a encontrar os sabores e aromas presentes em um copo de cerveja. A roda possui 14 grupos sensoriais, que estão ligados à percepção de gostos, aromas e sabores da cerveja.

Esses assuntos também podem interessar

Voltar para a página inicial