Cervejas sem glúten

Cervejas sem glúten disponíveis no mercado

A cerveja é uma das bebidas mais apreciadas e consumidas no mundo. Possui diversos estilos, atraindo os mais variados tipos de consumidores. E hoje em dia, já existem algumas opções de cervejas sem glúten ou ou gluten-free no mercado.

Quem convive com a doença celíaca, sabe o quanto precisa ficar atento aos rótulos dos produtos que vai consumir. E isso vale para a cerveja.

Nesse sentido, as pessoas que lidam a doença celíaca não podem consumir alimentos que contenham trigo, aveia, centeio, cevada, malte e seus derivados. E todos esses cerais estão presentes nas cervejas tradicionais – quer em maior quantidade, quer em menor quantidade.

Veja também: Cerveja sem glúten: A solução para quem se sente inchado após a cerveja

Assim, não faz muito tempo, era impensável entrar em um bar ou buscar em uma prateleira de supermercado uma cerveja que fosse produzida sem a presença do glúten.

Desse modo, as cervejarias, sempre atentas às demandas dos seus consumidores, desenvolveram técnicas que permitiram a produção da bebida sem a presença do glúten – ou com uma quantidade aceitável. Continue lendo e veja como elas são produzidas.

O processo de produção das cervejas sem glúten

Cereais maltados

Uma das formas de fabricação usa processos que filtram os ingredientes originais da bebida. De forma bem resumida, são utilizadas enzimas especiais que deterioram o glúten da cerveja, baixando sua quantidade a níveis satisfatórios para quem é intolerante à proteína. Uma dessas enzimas é a Brewers Clarex.

A legislação brasileira determina que só podem ter a expressão “cerveja sem glúten” as bebidas elaboradas com cereais não fornecedores de glúten ou que tenham, no máximo, 20ppm de glúten, isto é, 20 partículas por milhão de glúten na cerveja.

Em contrapartida, o outro método de produção de cervejas sem glúten, utiliza grãos como milhete, sorgo, trigo sarraceno e outros ingredientes poucos comuns na indústria cervejeira.

Independemente do método utilizado, há uma preocupação de se manter o sabor e a cor, bem como o aroma, o mais parecidos com as cervejas “tradicionais”.

Cervejas sem glúten disponíveis no mercado

Há diversas cervejarias pelo mundo que já oferecem um ou mais rótulos da bebida sem a proteína. Vamos ver algumas delas.

Estrella Damm Daura

Estrella Damm Daura
Damm/Divulgação

A Cervejaria Damm, da Espanha, criou a Estrella Damm Daura, que eles afirmam possuir apenas 3ppm. Ela é uma Pilsen de cor dourado claro, possuindo uma espuma branca e cremosa. O seu malte dá um aroma e sabor levemente adocicados à bebida.

Glutenberg

Essa é uma criação da cervejaria canadense Brasseurs Sans Gluten. Ela possui a bebida sem glúten em diversos estilos, como Blonde Ale, IPA e Belgian Double, por exemplo.

Farrapos

Farrapos sem glúten
Farrapos/Divulgação

Aqui no Brasil, a cervejaria gaúcha Farrapos produz duas cervejas sem glúten. A “Farrapos Pilsen” e a “Farrapos Pale Ale”.

Por fim, ainda temos outras opções que estão disponíveis no mercado brasileiro:

  • Stella Artois Sem Glúten – Cervejaria Ambev
  • Amstel Ultra – Cervejaria Heineken
  • Krug 20 International Lager – Cervejaria Krug

Portanto, como se pode ver, existem diversas opções disponíveis para quem deseja apreciar uma boa cerveja e ainda se cuidar.

Esse é um mercado em franca expansão. Assim, com o passar do tempo, veremos o surgimento de cada vez mais cervejas que não contenham essa proteína.

Compartilhe essa notícia

Leia também

Voltar para a página inicial