Você sabe qual é a diferença entre o chopp e a cerveja?

0
256
views
Compartilhe esse post com seus amigos

Para os leigos, não existe diferença entre chopp e cerveja. Para quem entende um pouco mais, a cerveja é pasteurizada enquanto o chopp não passa por esse processo.

E para quem realmente entende sobre a bebida, nem um, nem outro. A diferença entre chopp e cerveja não consiste no fato de que a cerveja passa pelo processo de pasteurização.

Na verdade, talvez você não saiba, mas a palavra chopp, derivada da palavra schoppen, significa uma unidade de medida antiga utilizada na Alemanha, sendo que essa quantia se aproximava a 300 ml.

Pode parecer engraçado, mas o mais provável é que durante a imigração alemã para o Brasil, o povo brasileiro tenha confundido o significado do termo chopp quando os alemães pediam por cerveja esticando o caneco.

Ou seja, o que os brasileiros entenderam é que a bebida armazenada em barris se chamava schoppen, que virou chopp ou chope.

O termo acabou pegando no Brasil, e curiosamente é o único lugar onde o termo é empregado de maneira errada. A cerveja industrializada é pasteurizada, e ainda assim pode ser armazenada em barris. O simples fato de ser armazenada em barris já confere a denominação errônea de chopp.

A cerveja armazenada em um barril continua sendo uma cerveja, e não um chopp. Mas vamos às diferenças de fato agora! Se você está gostando, continue lendo abaixo sobre a diferença entre chopp e cerveja!

 

Algumas diferenças básicas entre o

chopp e a cerveja

A diferença entre chopp e cerveja começa já na fabricação. O chopp, por exemplo, já é consumido logo após a maturação. Já a cerveja industrializada é pasteurizada.

Há uma ressalva para as cervejas artesanais, que em sua grande maioria não passam pelo processo de pasteurização, mas nem por isso são tidas como chopp. Ainda há mais algumas diferenças que fazem com que haja diferença entre a cerveja artesanal e o chopp.

O fato de o chopp não ser pasteurizado faz também com que seu prazo de validade seja bem menor que o da cerveja. Inclusive, a própria cerveja artesanal possui um prazo menor do que a da industrializada justamente por não passar pela pasteurização.

Em geral, o chopp possui um prazo de 12 a 15 dias de validade quando mantido em condições de refrigeração ideais, sendo que esse prazo pode cair pela metade depois que a bebida for aberta (ou se não for devidamente armazenada).

Há também a diferença no momento do envasamento do chopp e da cerveja. O chopp é geralmente mantido em barris com capacidade de até 50L para que a pressão e o gás se mantenham constantes, diferentemente da cerveja, cujo envase é feito em garrafas.

E, para que você possa entender melhor a diferença entre chopp e cerveja, segue abaixo uma lista com algumas diferenças importantes que caracterizam ambas as bebidas!

• A cerveja tem validade de até 6 meses antes de ser aberta, enquanto o chopp dura no máximo 15 dias;
• O chopp não passa pelo processo de pasteurização, a cerveja sim;
• O chopp não possui conservante, a cerveja sim;
• A cerveja possui antioxidantes que não estão presentes no chopp;
• O chopp é sempre armazenado em barris de até 50 litros, enquanto a cerveja é armazenada em latas ou garrafas;
• O teor alcoólico dos dois não muda, assim como o teor de calorias;
• O gás do chopp é formado durante a fermentação, assim como a cerveja. Porém, uma vez que a cerveja é armazenada, não recebe mais nenhuma dose, diferentemente do chopp, que recebe um gás carbônico extra para manter a pressão dentro do barril;

É preciso ressaltar, porém, que muitas fábricas hoje em dia estão fazendo o chopp passar pelo processo de pasteurização, o que praticamente elimina a maior diferença entre as duas bebidas. Mas, mesmo assim, o sabor das bebidas continua diferente.

Existe ainda outra diferença entre chopp e cerveja que os apreciadores da bebida já devem ter percebido, que diz respeito à cremosidade da bebida.

Quando a cerveja é armazenada em garrafas, sofre um choque de temperatura quando sai da produção. Esse choque de temperatura faz com que a bebida se liquefaça e fique mais líquida do que o chopp.

O chopp não passa pelo mesmo processo, o que faz com que naturalmente ele fique mais cremoso, sem contar que a dose extra de gás carbônico que ele recebe para ter a pressão mantida dentro dos barris também faz com que ele fique ainda mais cremoso do que a cerveja.

 

Mas, afinal…o que é a pasteurização da

cerveja?

Vimos até agora que a diferença essencial entre a cerveja e o chopp é a pasteurização, processo pelo qual o chopp não passa.

Você sabe o que é a pasteurização?

O processo consiste no aquecimento da bebida até aproximadamente 60º C, para evitar que o envase seja feito com qualquer micro-organismo presente na bebida.

Em seguida, após o aquecimento, a bebida passa por um rápido resfriamento para garantir que ela fique pura. O prazo de validade só pode ser definido uma vez que a bebida já foi aquecida e resfriada.

O fato de a cerveja passar ou não pelo processo de pasteurização não muda muito o seu sabor. Para os mais chegados à bebida, é possível perceber uma leve mudança no aroma, mas nada que mude a qualidade da bebida ou o seu sabor.

Ainda assim é difícil definir uma regra para a produção da bebida. A verdade é que não existe uma regra para definir se a bebida em questão é chopp ou cerveja.

Por exemplo, existem fábricas que armazenam a cerveja pasteurizada em barris. Isso poderia ser confundido com chopp pasteurizado ou como cerveja em barril, o que não é usual.

Também existem processos em que a cerveja não é pasteurizada e é armazenada em garrafas. Ela poderia então ser chamada de chopp engarrafado? Não há uma regra para isso, como dito. Tudo vai depender de como o processo está sendo feito e de como as pessoas vão consumir o produto.

Mesmo não havendo muita diferença entre chopp e cerveja, você provavelmente já ouviu alguém dizer que prefere o sabor do chopp à cerveja (ou até você mesmo prefira).

Isso acontece porque mesmo a pasteurização não alterando o sabor da cerveja, algumas características podem ser levemente alteradas, como sabor, aroma ou mesmo o corpo da cerveja.

É por isso que algumas fábricas no Brasil já estão começando a produzir a cerveja não pasteurizada. Ela tem sido bem aceita, mas em compensação a durabilidade é menor.

E aí entra um grande dilema para os cervejeiros que produzem cerveja artesanal. Pasteurizar ou não pasteurizar? Eis a questão! Aumentar a qualidade e alterar o sabor ou manter 100% de suas características originais e diminuir a durabilidade?

Deixe o seu comentário abaixo com a sua opinião sobre a pergunta acima! Se você gostou do post de hoje sobre a diferença entre chopp e cerveja, deixe o seu like abaixo e não se esqueça de compartilhar o artigo em suas redes sociais! Até breve!


Compartilhe esse post com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here