Heineken escolhe cidade de Minas Gerais para nova fábrica

Heineken investirá R$ 1,8 bilhão em nova fábrica em Minas Gerais

A Heineken escolheu a cidade de Passos, no Sul do Estado de Minas Gerais, para construir a 15ª fábrica da cervejaria no Brasil. A estimativa é que esteja em operação até 2025, mas há a possibilidade que a fábrica fique pronta em até dois anos. A nova planta produzirá as cervejas Heineken e Amstel.

Publicidade

O anúncio foi feito ontem (27), numa cerimônia na própria cidade. Durante a solenidade, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Governo do Estado, o Ministério Público e a HNK BR Indústria de Bebidas, que é um dos braços de produção da Cervejaria Heineken aqui no Brasil.

Estiveram presentes no evento o governado do estado, Romeu Zema, o procurador-geral de Justiça do Estado, Mauricio Giamellaro, o prefeito da cidade de Passos, Diego Oliveira, o presidente do grupo Heineken, Mauricio Giamellaro, entre outros representantes do poder público e da cervejaria Heineken.

Disputa acirrada em Minas Gerais para receber a nova fábrica

Cerca de 200 municípios mineiros se candidataram para receber a nova unidade fabril do Grupo. Isso, logo depois a cervejaria ter desistido de instalar a nova planta na cidade de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), em dezembro do ano passado.

A implantação da nova fábrica em Pedro Leopoldo enfrentava uma série de questionamentos judiciais e embargo, uma vez que a área escolhida ficava nas proximidades do sítio arqueológico onde foi encontrado o crânio de Luzia, o fóssil mais antigo das Américas. A escolha por Passos, encerra esse imbróglio.

Publicidade

O vice-presidente de Sustentabilidade e Assuntos Corporativos do Grupo Heineken, Mauro Homem, destacou que a cidade de Passos foi a selecionado em razão de três fatores: “localização estratégica, disponibilidade hídrica e condições socioambientais”.

O empreendimento poderá trazer novos investimentos para a região

De acordo com a Associação Comercial da cidade, espera-se que 350 novos empregos diretos sejam criados na cidade com a nova fábrica. A Heineken planeja investir até R$ 1,8 bilhão no projeto.

A presença de uma fábrica desse porte tem o potencial de atrair novas empresas para o município e regiões próximas. A previsão é que também possam ser gerados até 11 mil empregos indiretos na região.

Energia verde da Heineken disponível para a cidade

Ambev levará energia limpa para estabelecimentos comerciais

Recentemente, a marca ampliou seu projeto de fornecimento de energia verde, isto é, energia limpa e renovável. Agora, além de estabelecimentos comerciais, como bares e restaurantes, as residências também poderão contar com esse tipo de energia.

Através da plataforma “Heineken Energia Verde”, o interessado poderá se cadastrar para receber informações e se candidatar para usufruir dessa energia sustentável. Além da pegada ambiental, há a possibilidade de redução de até 15% no valor da conta de energia elétrica.

Publicidade

Compartilhe

Gostou de saber dessa notícia? Então, compartilhe com todo mundo que você conhece. Eles também vão gostar de saber.

Veja também

Voltar para a página inicial