Cerveja sobe pelo 5º mês seguido acima da inflação

Pelo quinto mês consecutivo, o consumidor vê a cerveja subir mais que o IPCA, índice oficial que mede a inflação

O preço da cerveja comercializada no varejo continua descolado da inflação oficial. Novamente, a cerveja para ser consumida em casa, que é comprada em supermercados e estabelecimentos similares, teve seu preço reajustado acima da inflação apurada no mês de novembro.

O índice que mede a inflação oficial no Brasil – IPCA – apresentou uma subida de 0,41% no penúltimo mês de 2022. Já o reajuste do preço da cerveja, nesse mesmo mês, subiu em 0,75%.

Nos seis primeiros meses do ano, o aumento da bebida estava alinhado com a aceleração do IPCA. No entanto, a partir da metade do ano, vimos um movimento de descolamento dos reajustes das cervejas comercializadas no varejo, em relação ao índice.

A partir do mês de julho desse ano, a cerveja para consumo em casa passou a registrar seguidos aumentos acima do registrado pelo IPCA. Até o mês passado, a elevação da cerveja já acumulava uma alta de 7,90% no ano. Nos últimos 12 meses, a inflação da cerveja já está em 8,05%

O mesmo fenômeno pode ser observado nas cervejas vendidas em bares e restaurantes. Embora menor que as cervejas vendidas no varejo, a inflação das cervejas vendidas em estabelecimentos como bares e restaurantes acumula uma alta de 5,84% entre janeiro e novembro desse ano. No comparativo dos últimos 12 meses, a alta chega a 5,94% nesse segmento.

Com o mercado aquecido por causa da Copa do Mundo, das festas de fim de ano e do início do verão e do período de férias, podemos esperar num novo aumento da inflação da cerveja no último mês do ano.

Variação na inflação de outras bebidas alcoólicas

A inflação de outras bebidas alcoólicas para consumo em casa teve uma grande flutuação, dependendo da localizada. No geral, esse segmento apresentou deflação de 1,69%.

Contudo, a inflação registrada nesse segmento continua bem alta. De janeiro a novembro de 2022, foi observado um aumento de 14,94% e nos 12 meses anteriores, a inflação medida chega a 18,06%. Sem incluir a cerveja, as outras bebidas alcoólicas consumidas fora de casa apresentam uma inflação de 7,50% nesse ano. No acumulado dos últimos 12 meses, é de 4,54% a inflação apurada.

Compartilhe

Compartilhe essa notícia com todos os seus amigos e siga o site Clubedocervejeiro.com nas redes sociais para ficar sempre por dentro das novidades.

Leia também

Voltar para a página inicial